http://www.confetam.com.br/videos/secretaria-de-politicas-lgbt-da-confetam-debate-sobre-a-luta-contra-a-homofobia-d01d/#
top of page

O CEPROL SOMOS NÓS

NA LUTA!

ANOSSA FORÇA E A NOSSA VOZ!

A história do CEPROL Sindicato tem mais de 30 anos de lutas em defesa do magistério municipal e do serviço público de qualidade. O avanço da educação em São Leopoldo se deve a força, a coragem, a organização e a mobilização da categoria.

Em 1983 - Fundação e Aprovação do Centro de Professores Leopoldenses – CEPROL.

Em 13/09/1990 o CEPROL obteve registro de Sindicato dos Professores Municipais Leopoldenses.

 

NOSSAS CONQUISTAS E REALIZAÇÕES: 

 

  • Eleição direta para diretores de escola; 

  • Implementação de Piso Salarial Municipal;

  • Mudança do regime CLT para Estatutário; 

  • Indicação das Equipes Diretivas nas EMEIs e EMEFs através de eleição nas comunidades escolares;  

  • Instituição do Programa de Alimentação;

  • Aprovação, em 14 de setembro de 2006 a Lei nº 6.055, que dispõe sobre o regime jurídico e o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de São Leopoldo; 

  • Fixação da data-base em 10 de abril; 

  • Realização dos Seminários de Educação do CEPROL;

  • Constituição do Fórum Permanente de Educação Infantil (FORPEI/SL) - movimento da sociedade, sindicato, instituições governamentais, não-governamentais, Universidades e de todos os homens e mulheres que se articulam em defesa da infância, das políticas e projetos voltados para a Educação Infantil;

  • Educação Infantil como primeira etapa da Educação Básica;

  • Isonomia de Carga Horaria e salários entre professoras da Educação Básica;

  • 200 dias letivos para a Educação Infantil; 

  • Financiamento da Educação Infantil – FUNDEF – FUNDEB; 

  • Seminário que debateu o Plano de Cargos e Carreiras;

  • Aprovação a Lei Municipal nº 6.573/2008, que estabelece o Plano de Cargos e Carreiras dos Trabalhadores em Educação; 

  • Implementação dos 180 dias de Licença-Maternidade; 

  • Extensão de Carga Horaria para os professores de Educação Infantil;

  • Redução de Carga Horaria para servidores com filhos com deficiência;

  • Avanços na Progressão de Desenvolvimento Funcional;

  • Mudança de nível para professores com formações diferentes na área da educação;

  • Pagamento das férias até o 5º dia útil do mês de janeiro;

  • Conversão da Licença Prêmio em pecúnia; 

  • Retomada da cadeira dos servidores no Conselho do IAPS;

  • Criação da gratificação das supervisoras escolares;

  • Constituição do Fórum de Inclusão em conjunto com Conselho Municipal de Educação (CME);

  • Implementação do Sistema Municipal de Ensino (SME) em conjunto com CME;

  • Implementação da Lei do Ensino de 9 anos em conjunto com CME;

  • Participação na elaboração das Diretrizes Curriculares para a Educação Infantil;

  • Participação Efetiva no debate nacional da Lei 11.738/2008 (Lei do Piso do magistério) que instituiu a Hora-Atividade e o piso do magistério;

  • Filiação à Federação dos Municipários do Rio Grande do Sul (FEMERGS) e à Central Única dos Trabalhadores (CUT);

  • Organização da etapa municipal das Conferências Nacionais de Educação (CONAE);

  • Constituição do Fórum Municipal de Educação (FME/SL) e construção do Plano Municipal de Educação (PME/SL);

  • Integrante do Comitê do RS na Campanha Nacional pelo Direito a Educação;

  • Elaboração da Resolução que normatiza a Educação Infantil em conjunto com CME;

  • Inserção na luta Nacional em defesa dos 10% do PIB para a educação pública e PNE pra valer;

  • Elaboração Cartilha de Contra o Assédio Moral;

  • Realização de Cirandas de Ideias e ciclos de debates em defesa da educação;

  • Garantia em lei de 1/3 de hora atividade e destas 60% em local de livre escolha; 

  • Debates dos candidatos à prefeito do município; 

  • Regulamentação das funções para fins de aposentadoria; 

  • Licença paternidade de 20 dias;

  • Recebimento do Programa de Alimentação nas férias e nas licenças;

  • Seminário que debateu a Gestão Democrática;

  • Revisão da aplicabilidade da LC nº 173/2020 com concessão de promoção de carreira através da progressão de desenvolvimento funcional;

  • Pandemia COVID19: garantia das atividades remotas e de manutenção de vínculos até a vacinação;

  • Vacinação trabalhadoras/trabalhadores da educação;

  • 50% da Carga Horária das Reuniões Administrativo-pedagógicas (RAPs) em tele-trabalho;

  • Bolsa mestrado. 

CEPROL mão na  luta_edited.png

NOSSAS

CONQUISTAS

bottom of page